Flux-Covid, Um Sistema para Registro e Avaliação de Pacientes de COVID-19


O Flux-Covid tem como objetivo oferecer aos médicos assistentes de pacientes acometidos de Covid-19, em suas primeiras consultas e a partir de seus dados epidemiológicos, uma ferramenta informatizada de apoio à tomada de decisão quanto ao tipo tratamento a ser escolhido.

O sistema calcula um índice de risco de agravamento da Covid-19 : ir-CV19 . Este índice de risco varia entre 0 (zero – menos grave) e 1(um – mais grave) e indica a probabilidade de que ocorra um agravamento do quadro do paciente e sua chance de vir a necessitar de cuidados intensivos.

O risco de agravamento gerado pelo Flux-Covid oferece ao médico subsídios adicionais para a decisão do tratamento a ser dado ao paciente.

Metodologia

Para se chegar ao ir-CV19, o programa utiliza:

  • De uma base de dados do histórico de tratamento de milhares de pacientes acometidos por Covid-19 na rede pública municipal de Aparecida de Goiânia, dos dados epidemiológicos dos pacientes (idade, sexo, sintomas, comorbidades, etc.) e de informações hospitalares acerca do tratamento que receberam; sobretudo quando foram hospitalizados e receberam tratamentos de terapia intensiva.
  • Da base de dados Nacional do SUS, denominada, SIVEP-Gripe, Sistema de Vigilância da Gripe e da SRAG – Síndrome Respitatória Aguda Grave, com informações sobre o tratamento das referidas doenças em milhões de pacientes no Brasil
  • Um algoritmo de cálculo do ir-CV19 se vale de técnicas de aprendizado de máquina, com a criação de redes neurais treinadas sobre as bases de dados indicadas acima com vista a inferir o risco de agravamento das condições clínicas do paciente. Atualmente são usados algoritmos de treinamento baseados no algoritmo XGBOOST para o treinamento do sistema

Acurácia do Sistema Flux-Covid

O sistema Flux-Covid foi treinado com uma base de dados de dezenas de milhares de pacientes e prevê, dados os sintomas e comorbidades do paciente, qual a probabilidade de agravamento de sua situação. Acurácia da versão inicial:

  • Acurácia: 71%
  • Especificidade: 0.68
  • Sensibilidadade: 0.72

É importante observar que o Flux-Covid continua sendo aprimorado tanto na utilização de outros algoritmos de aprendizado de máquina quanto no aumento da base de dados de pacientes. Esperamos que estes valores sejam aprimorados ao longo do tempo.

Advertência de uso

O sistema Flux-Covid é um sistema experimental e está na sua primeira versão. Tanto a interface de acesso como o sistema de cálculo do ir-CV19 são preliminares e passíveis de falhas. Esperamos que o sistema possa ajudar no encaminhamento e tratamento dos pacientes, mas não é possível garantir, neste momento, nem a adequação do sistema ao uso pelos médicos e nem a precisão do ir-CV19.

Esperamos que o Flux-Covid possa ajudar o tratamento dos pacientes, e queremos aprimorá-lo com a ajuda do médicos que o usarem. Contamos, para isto, com sua ajuda para melhorar o sistema, seja através de sugestões de modificações, seja através do relato de erros encontrados.

É importante observar que o Município de Aparecida de Goiânia e os desenvolvedores não são responsáveis pelo uso que o médico-usuário fizer e pelas decisões que vier a tomar a partir das informações que ofertadas pelo aplicativo; sobretudo por eventual erro de diagnóstico que o médico venha cometer por agir sem atenção e precauções, conforme o estado da ciência, e que se apresente como erro manifesto ou grosseiro, e inescusável e que possa vir a causar dano ao paciente assistido.

Créditos

O sistema foi desenvolvido a partir de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Aparecida de Goiânia, o Departamento de Ciência da Computação da Universidade Federal de Minas Gerais, o Departamento de Ciência da Computação da Universidade Federal de Goiás e as empresas Satya Sistemas e Fermilearn.

Contato

Para comentários, sugestões ou reclamações, por favor entre em contato pelo email fluxcovid@gmail.com

Vídeo de Treinamento de Uso:

https://youtu.be/gmovHjc0-u0

Acesso ao sistema

http://cabernet.luar.dcc.ufmg.br/Fluxcovid